COMUNICAÇÃO INTEGRADA

Integrando a comunicação do seu negócio

Ver Mais
Zentocom | Integrando a comunicação do seu negócio

Notícias

As principais notícias e informações.

ARTIGO: Saúde mental e autoestima nas ILPIs durante a pandemia

*Clayre Roberta de Oliveira Correia, psicóloga da Spaan

Medo, preocupação e insegurança são sentimentos que todos compartilhamos neste momento em que enfrentamos esta terrível pandemia causada pela Covid-19. Os efeitos negativos trazidos pelo coronavírus em todo o mundo coloca-nos em estado de alerta. O momento é de extrema cautela.

É preciso aprender a lidar com essa nova realidade do isolamento social. Não é tarefa fácil, principalmente quando se trata de idosos. Tem sido um grande desafio para toda a equipe técnica da Sociedade Porto-alegrense de Auxílio aos Necessitados (Spaan), na cidade de Porto Alegre, trazendo um aprendizado diário.

Na segunda quinzena de março, adotamos e seguimos rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde quanto ao funcionamento das Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs). A equipe técnica da SPAAN criou o Protocolo nº 01 de Segurança para os residentes e colaboradores da casa, com a proibição imediata da entrada de familiares, estagiários, voluntários e visitantes.

O contato com os idosos ficou restrito ao grupo dos funcionários dos serviços essenciais. Uma medida de proteção, embasada nos decretos do Governo Estadual e Municipal, extremamente necessária, uma vez que os idosos fazem parte do principal grupo de risco da doença, buscando garantir a proteção e a segurança dos nossos 131 moradores do lar. Até o momento, nenhum deles apresentou sintomas compatíveis à doença.

No entanto, essa medida cobra um custo emocional muito alto, podendo acarretar alguns casos de ansiedade, depressão ou agravar quadros já existentes em alguns idosos. Por isso, estamos desenvolvendo uma série de ações para cuidar da saúde mental dos idosos nesse período em que eles estão vivenciando esse distanciamento social. Dentro do nosso planejamento para 2020, em parceria com a Assistência Social, iniciamos o projeto Restaurando Vínculos, a fim de aproximar os familiares e a equipe técnica. Isso se deu em um momento pré-pandemia e foi recebido com muito entusiasmo. Aos poucos, fomos conseguindo fortalecer e retomar o elo de ligação entre os familiares e os idosos. Através das chamadas de vídeo, de áudio, da leitura de cartas, da visualização de fotos e de mensagens, estamos conseguindo conectar os moradores com suas famílias que estão do lado de fora da Spaan.

Os idosos mais lúcidos dispõem dos atendimentos individuais e dos encontros de grupos terapêuticos, organizados por alas, dentro das normas de prevenção, onde há prática de respiração e meditação, conversas sobre os sentimentos e a construção de pensamentos e ideias positivas em busca de equilíbrio emocional. Nas escutas individuais, que são realizadas sempre que necessário, eles encontram o suporte para seus medos e inquietações. A psicologia atua exatamente nesta área, prestando um suporte emocional diante de algo desconhecido, mas também atuando na rotina de convivência dos idosos.

Durante uma pandemia, devido ao afastamento de muitos colegas da equipe que estão no grupo de rico, o cansaço extremo, as alterações de apetite e de humor estão entre as reações comportamentais mais comuns. O momento é de grande responsabilidade dos colaboradores de todas as casas de longa permanência de idosos. Nós somos os responsáveis por tentar suprir essa falta que os colegas, os familiares e os voluntários fazem para eles. A nossa rotina mudou, muitas atividades que antes aconteciam e os envolviam, com a participação de estagiários e voluntários, não estão acontecendo agora.

Trabalhamos diariamente para dirimir a sensação de pânico e de medo, que são sintomas naturais em uma situação como essa. Nosso desafio é trabalhar a impaciência, a incerteza e a insegurança, no desejo de renovar a esperança em dias melhores. Todos nós que estamos aqui, mantendo o contato direto com eles, trabalhamos com acolhimento e, principalmente, com muito amor e empatia.

Fonte: Clayre Roberta de Oliveira Correia

Veja nossa apresentação comercial

Clique Aqui